Fatores de risco modificáveis

Fatores metabólicos de risco

Fatores de risco modificáveis


1   Hipertensão

Estudos comprovam que o risco de morte decorrente tanto de DCV quanto de AVC aumenta ao passo que a pressão arterial sobe.20

Quando a pressão arterial sistólica é igual ou superior a 140 mm Hg e/ou a pressão arterial diastólica é igual ou superior a 90 mm Hg, considera-se que a pressão arterial está elevada ou alta (veja a tabela abaixo)23. No ano de 2014, cerca de 22% dos adultos com idade entre 18 anos ou mais mundialmente tinham pressão elevada1.(see table below).22

Raised blood pressure

Se o seu paciente sofre de hipertensão, você deve estar ciente de que ele está aumentando o risco de sofrer uma doença isquêmica do coração e AVC.24

Pequenas reduções na pressão arterial podem reduzir de maneira significativa o risco de DCV. Alimentação e hábitos saudáveis também geralmente têm um efeito positivo sobre a pressão arterial.

2   Sobrepeso / obesidade

Existe uma forte correlação entre peso e o risco de doenças como diabetes tipo 2 e DCV. Além de ser um fator de risco por si só, a obesidade é também um grande fator de risco para hipertensão, colesterol elevado, diabetes e tolerância diminuída à glicose.20

Os índices de obesidade no mundo mais do que dobraram desde 1980. Em 2014, mais de 1,9 bilhões de adultos apresentavam sobrepeso. Destes, mais de 600 milhões eram obesos19. Os níveis de obesidade na Europa são muito altos, tanto para adultos quanto para crianças, apesar de as taxas variarem muito entre os diferentes países20. No Brasil, mais da metade da população apresenta excesso de peso.

Você pode ter uma ideia da faixa saudável de peso para seus pacientes por meio do Índice de Massa Corporal (IMC). O IMC é calculado dividindo o peso do paciente em quilogramas pela altura em metros ao quadrado, ou ao localizar a altura e peso na tabela do IMC.25

À medida que o IMC aumenta, o risco de doenças do coração e AVC também aumenta8. As faixas do IMC são aplicáveis somente a adultos saudáveis “normais”, não sendo adequado para gestantes, indivíduos com certas doenças ou crianças.

Até pequenas reduções de peso podem trazer benefícios para a saúde do coração do seu paciente.

Overweight obesity  

À medida que o IMC aumenta, o mesmo ocorre com o risco de doença cardíaca e acidente vascular cerebral.8 Os intervalos de IMC apenas se aplicam a adultos saudáveis "normais"; eles não são apropriados para mulheres grávidas, pessoas com certas condições médicas ou crianças.

Mesmo pequenas reduções no peso podem fazer uma diferença positiva na saúde cardíaca dos pacientes.

3   Diabetes

A Organização Mundial da Saúde (OMS) estima que mais de 220 milhões de pessoas ao redor do mundo têm diabetes24. Diabetes tipo 2 é muito mais comum do que diabetes tipo 1, representando cerca de 90% dos casos de diabetes no mundo.26

Pacientes com diabetes sofrem com risco elevado de DCV. Indivíduos com diabetes tipo 2 tendem a ter níveis reduzidos de HDL-colesterol e níveis elevados de triglicérides e LDL-colesterol.27

Pessoas com diabetes tipo 2 podem reduzir o risco de doença do coração ao lidar com os fatores de risco modificáveis.8

4   Colesterol elevado

Colesterol elevado é amplamente considerado como um dos principais fatores de risco modificáveis para o desenvolvimento de DAC, a principal forma de DCV. Mais de metade da população adulta na Europa tem níveis de colesterol total mais altos do que é aconselhável.28

O colesterol total é composto de LDL-colesterol (o colesterol “ruim”), HDL- colesterol e VLDL-colesterol.

Colesterol elevado está causalmente relacionado à arteriosclerose e risco de DAC (veja o gráfico abaixo)29,30. A redução de colesterol, especialmente do LDL, por meio de medicação e adoção de uma alimentação e hábitos saudáveis pode reduzir o risco de DCV. Há diferentes tipos de evidência sobre o assunto, como estudos observacionais, estudos randomizados e dados sobre genética.

 Elevated cholesterol

Remédios para a redução de colesterol (como estatinas) que tem eficácia comprovada na redução de LDL-colesterol, são geralmente prescritas quando as concentrações de LDL-colesterol estão elevadas. Além disso, alimentação equilibrada e hábitos de vida saudáveis têm um papel importante na redução do LDL-colesterol e medidas simples podem ser tomadas.

Voltar
TOP