Página inicial > Profissionais da Saúde > Estatinas e fitoesteróis
Estatinas e fitoesteróis

Estatinas e fitoesteróis

Se o seu paciente já está tomando remédios para redução do colesterol como estatinas, pesquisas mostram que o consumo de alimentos enriquecidos com fitoesteróis pode ser benéfico, quando aliado a uma alimentação equilibrada e estilo de vida saudáveis41.

As estatinas funcionam reduzindo diretamente a quantidade de colesterol produzida pelo fígado. Já os fitoesteróis reduzem a quantidade de colesterol absorvido no intestino e passado à corrente sanguínea.

Nenhum dos dois interfere no modo de ação do outro, o que significa que o efeito da redução do colesterol dos dois é cumulativo.

Por esse motivo, recomendar produtos que reduzem o colesterol, tal como Becel Pro-Activ, pode ser uma boa alternativa, ao invés de aumentar a dose do remédio com estatina que seu paciente já está tomando. A ingestão diária de 1,6-2 gramas de fitoesteróis, ou seja, duas colheres de sopa do creme vegetal Becel Pro-Activ (20g), pode reduzir o LDL-colesterol em até 15%, em três semanas, quando associado a uma alimentação equilibrada, incluindo muitas frutas e vegetais, e hábitos saudáveis33.

Estudos clínicos mostram que o consumo de alimentos que contêm fitoesteróis, junto com o uso de estatinas, pode ter um efeito de redução do colesterol ainda maior do que quando apenas estatinas são usadas41:

  • Estatinas reduzem os níveis de LDL-colesterol em 25%, em média42.
  • A adoção de uma dieta equilibrada e hábitos de vida saudáveis pode reduzir o colesterol em 5%43.
  • A inclusão de um produto enriquecido com fitoesteróis pode ajudar a reduzir o colesterol em mais 7-10%44,45.

A combinação de estatinas e fitoesteróis pode levar a uma redução ainda maior dos níveis de colesterol do que dobrar a dose de estatina, o que acarreta na redução adicional de 7% do LDL-colesterol47.

Caso o seu paciente tenha interesse em consumir alimentos enriquecidos com fitoesteróis, além dos remédios para redução de lipídios que ele já toma, ele deve primeiramente se consultar com você ou algum outro profissional da área da saúde qualificado, de modo a receber supervisão e informações adequados.